Solar

Energias renováveis começam a se unir

Saturday, 19 de April de 2014

A Jalles Machado, o Governo de Goiás, o Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (Sifaeg), a empresa Abengoa Solar Brasil e a Universidade de Brasília assinaram o Protocolo de Intenções para constituição de um Grupo de Trabalho que fará estudos técnicos para geração de energia solar na unidade sucroenergética goiana.

Além de elaborar estudos de viabilidade técnica, econômica e financeira para implantação do projeto piloto na Jalles Machado, o Grupo de Trabalho também irá definir possíveis linhas de financiamento e incentivos que possam favorecer o desenvolvimento desses projetos solares em outras usinas de Goiás.

A tecnologia se apresenta como uma solução para as empresas que fazem a cogeração de energia a partir da queima do bagaço de cana, que têm a exportação interrompida na entressafra.

O projeto inclui a captação da luz solar e o armazenamento de calor para produção de energia, utilizando as turbinas já existentes.

“Estamos entusiasmados com esse projeto, pois é uma alternativa para que possamos gerar mais energia limpa”, ressalta o diretor-presidente da Jalles Machado, Otávio Lage de Siqueira Filho.

“Estou muito feliz, porque hoje é um marco para Goiás na produção de energia solar. Conheço a trajetória da Jalles Machado, sempre liderada por um grupo de empresários empreendedores e visionários. Faremos tudo para que esse projeto se viabilize, através de incentivos a um setor que tem enfrentado muitas dificuldades. Vamos fazer de Goiás um grande produtor de energia renovável”, garantiu o governador Marconi Perillo.

Sifaeg



Marcadores: