Eólica

Eólica vai superar nuclear no Brasil

Thursday, 10 de July de 2014

A produção de energia de fonte eólica deverá ultrapassar a nuclear até o fim deste ano. A expectativa é do presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim.

Segundo o executivo, de acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) relativos ao domingo, a produção de energia de fonte eólica alcançou 1.447 megawatts (MW) médios. Esse volume, disse Tolmasquim, foi apenas 17% inferior ao montante produzido pelas duas usinas nucleares brasileiras no mesmo dia.

"Estamos caminhando para a eólica ultrapassar a nuclear este ano ainda [em produção de energia]", disse o presidente da estatal de estudos energéticos ao Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor.

Tolmasquim constatou ainda que a produção de energia eólica deverá se manter à frente da nuclear durante os próximos anos, devido à entrada em operação de vários parques contratados nos últimos leilões de energia. Já a terceira usina nuclear brasileira, Angra 3, só deverá iniciar a operação após 2018.

O presidente da EPE destacou ainda que, em termos de capacidade instalada, a energia eólica deverá superar mais de 4 mil MW no fim de 2014. Com isso, o montante será mais que o dobro superior em relação ao totalizado em 2013, de cerca de 2 mil MW.

A expectativa, segundo Tolmasquim, é que a capacidade instalada de energia eólica ao fim de 2015 mais que dobre em relação a este ano, atingindo cerca de 10 mil MW.



Marcadores: