Bioeletricidade

"Bioeletricidade da cana está adormecida nos canaviais", diz especialista

Thursday, 23 de February de 2012

"Bioeletricidade da cana está adormecida nos canaviais", diz especialista

A bioeletricidade produzida a partir do bagaço e da palha de cana-de-açúcar está "adormecida" nos canaviais. Essa é a opinião de Zilmar de Souza, gerente de Bioeletricidade da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

E apesar da falta de investimento no setor, projeções da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), apontam que ao longo dos próximos nove anos o país necessitará de um aumento na geração de energia elétrica equivalente à capacidade de oito usinas de Belo Monte. Souza ressaltou que o consumo nacional de eletricidade vai crescer quase 5% ao ano na próxima década.

Mas parte da solução está na bioenergia da cana. O executivo explicou que a eletricidade extraída do bagaço e da palha da cana pode gerar o equivalente a três hidrelétricas Belo Monte, em palestra no Congresso "Thermal Energy LatAm 2012," realizado recentemente no Rio de Janeiro (RJ).

De acordo com ele, apesar das vantagens, esse tipo de energia renovável necessita de investimento para tornar-se viável. "É preciso construir mais usinas e reformar as já existentes, além do aproveitamento da palha para geração de energia. Uma política clara sobre o papel real da bioletricidade dentro da matriz energética também deve ser estabelecida," lembra.



Marcadores: