Biocombustíveis

Biocombustíveis na África contarão com parceria Brasil-UE

Monday, 19 de July de 2010

Biocombustíveis na África contarão com parceria Brasil-UE

A quarta cúpula de cooperação entre o Brasil e a União Europeia, realizada em Brasília (DF), resultou na assinatura de acordos em áreas como bioenergia, aviação civil e justiça eleitoral.
No encontro foi divulgada a Iniciativa de Cooperação Trilateral Brasil-União Europeia-África sobre biocombustíveis, que num primeiro momento será focada na cooperação com Moçambique.
O comunicado conjunto do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e do presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, prevê a elaboração de estudos técnicos para avaliar o potencial moçambicano para o desenvolvimento de bioenergia de forma sustentável, e o impacto que a produção teria na redução da pobreza no país.
Esta parceria também está aberta a outros países africanos que estejam interessados. Lula disse que, em recente visita à África, pôde comprovar o potencial que o continente tem para a produção de energias renováveis.
"Vamos reduzir a emissão de gases do efeito estufa, ajudar no crescimento do mundo em desenvolvimento mediante apoio financeiro para projetos de transferência de tecnologia limpa. E tudo isso sem comprometer a produção de alimentos", afirmou Lula em discurso.
Ao falar do clima, o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, reafirmou a semelhança das intenções brasileiras e europeias na definição de metas para a redução das emissões de gases de efeito estufa. Ele disse que, assim como o bloco, que já disponibilizou 7,2 bilhões de euros em financiamentos rápidos para países em desenvolvimento, o Brasil também pode servir de exemplo.

Deutsche Welle



Marcadores: biocombustíveis, etanol, cana-de-açúcar, cana, biodiesel, alimentos, sustentabilidade