Biocombustíveis

Novo decreto deve estimular avanço tecnológico nos motores flex

Friday, 23 de October de 2015

Novo decreto deve estimular avanço tecnológico nos motores flex

O governo federal publicou o decreto nº 8.544/2015 sobre o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores, o Inovar-Auto, e estimula a indústria automotiva a investir em avanço tecnológico para aumentar o rendimento dos motores flex. O novo texto legal foi publicado nesta quarta-feira (21/10/2014).

A partir de agora, as empresas habilitadas no programa ficam autorizadas a terem alíquotas do IPI menores para os veículos que adotarem motores flex, em que a relação de consumo entre etanol hidratado e gasolina seja superior a 75%, sem prejuízo da eficiência energética da gasolina. Vale ressaltar que, atualmente, essa relação é de 70% na maioria dos carros flex.

Para o presidente executivo da Udop, Antonio Cesar Salibe, essa medida é um grande incentivo às montadoras para que elas busquem maior eficiência e melhor consumo dos motores flex. Salibe acrescenta ainda que "a medida atende a pedido do setor encaminhado junto ao Ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro".

Udop



Marcadores: