Biocombustíveis

Moçambique poderá exportar biocombustíveis em 2 anos

Monday, 24 de May de 2010

Moçambique poderá exportar biocombustíveis em 2 anos

Moçambique possui potencialidades para, dentro de dois anos, se tornar num potencial exportador de biocombustíveis, disse o diretor nacional de energias novas e renováveis do ministério da Energia, António Saíde, à margem de um workshop do quadro de sustentabilidade dos biocombustíveis, realizado em Maputo.
O encontro, que reuniu cerca de 30 especialistas ligados à área dos biocombustíveis, entre outros interessados no assunto, serviu de ponto de partida para o alcance de um documento em que se projecta a produção de etanol e de biodiesel, segundo um modelo desenhado em Moçambique, já que o modelo atualmente em uso foi projectado na Europa.
António Saíde acrescentou ainda que o encontro permitiu a produção sustentável dos biocombustíveis, que reflicta a realidade do país e os requisitos a longo prazo dos principais mercados; o desenvolvimento de critérios para a selecção de projectos com base na avaliação dos investimentos, reflectindo os aspectos sociais e ambientais, entre outras vantagens. Neste momento, Moçambique conta com um total de cerca de 30 projectos para a produção de biocombustíveis, que devem ser galvanizados para permitir que o país atinja um nível que nos permita passar de dependentes do fornecimento externo para exportadores, bem como consolidar a posição de Moçambique na posição de país exemplar na conservação do meio ambiente.

O Pais



Marcadores: biocombustíveis, etanol, biodiesel, sustentabilidade, Moçambique