Biocombustíveis

Subsecretário de Energias Renováveis de SP quer aumentar mistura de etanol na gasolina

Saturday, 05 de October de 2013

O limite atual de mistura de etanol anidro na gasolina é de 25%, definido por lei e substituindo elementos nobres do coquetel de derivados de petróleo que formam o mais utilizado combustível do mundo.

Na opinião, do Subsecretário de Energias Renováveis do Estado de São Paulo, Milton Flavio Marques Lautenshlager, uma das questões que precisam imediatamente de estudo é a ampliação da adição de etanol na gasolina. Segundo ele, a legislação é antiga e precisa ser modernizada.

"Houve uma evolução tecnológica muito grande e é provável que hoje se tenha a possibilidade de ampliar esse percentual sem que isso representasse prejuízo efetivo no desempenho dos nossos veículos".

Lautenshlager acredita que estudar o aumento da mistura de anidro acima de 25% é tão ou mais importante do que outros projetos de diversificação energética, como a ampliação da mistura de biodiesel. "As duas coisas são importantes, mas o que acredito ser mais impactante neste momento, pelo volume, seria a ampliação do uso ou adição de etanol na gasolina".

O subsecretário acrescentou que é importante mudar a política de manutenção artificial de preços da gasolina, o que classificou como um grande limitador. "É o que mais prejudica hoje o setor sucroenergético".



Marcadores: