Biocombustíveis

Total e Amyris selam parceria estratégica

Wednesday, 30 de November de 2011

As empresas Total (França) e Amyris, Inc. (EUA) anunciaram a assinatura, em 30 de novembro de 2011, de contratos para expandir sua atual colaboração em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e formar uma joint venture para desenvolver, produzir e comercializar biocombustíveis e outros produtos renováveis.

As duas empresas entraram num acordo para ampliar sua colaboração de pesquisa e desenvolvimento visando acelerar o programa do Biofene® e desenvolvimento de diesel renovável produzido a partir desta molécula utilizando açúcares como matéria prima.

O ambicioso programa de P&D, lançado em 2010 e administrado em conjunto por pesquisadores das duas empresas, visa desenvolver as etapas necessárias para levar biocombustíveis avançados ao mercado em escala comercial. A Total comprometeu-se em contribuir US$ 105 milhões para um programa de P&D já em andamento de US$ 180 milhões.

Além disso, a Total e a Amyris estão formando uma  joint venture que contará com os direitos exclusivos de produzir e comercializar querosene de aviação e diesel renovável. E também  direitos não exclusivos a licenças para outros produtos renováveis como fluidos de perfuração, solventes, polímeros e determinados biolubrificantes. A joint venture terá  participação de 50% de cada uma das empresas, e deverá iniciar suas operações no primeiro trimestre de 2012.

"A criação da joint venture e a implementação do novo programa de P&D em diesel renovável são dois passos importantes para a Total, que espera se tornar uma referência na produção de combustíveis renováveis", comentou Philippe Boisseau, presidente de Gas & Power da Total. "Os combustíveis renováveis produzidos com a tecnologia avançada da Amyris vão se beneficiar do conhecimento técnico e do acesso aos clientes da Total, que opera em mais de cento e trinta países. Vão fortalecer a posição da Total no mercado global de diesel renovável, que está projetado para quase dobrar de tamanho, indo dos dezessete milhões de toneladas de 2010 para trinta e dois milhões de toneladas em 2020".

"De combustíveis a especialidades químicas e outros produtos renováveis, a Amyris está trabalhando para ser pioneira de uma nova era onde clientes e consumidores não precisam mais abrir mão de custos competitivos e desempenho ao escolher uma alternativa renovável para substituir os produtos derivados do petróleo", disse John Melo, presidente e diretor executivo da Amyris. "Com este relacionamento ampliado e a vasta rede de distribuição da Total, além do compromisso declarado da Total de investir em novas unidades de produção, esperamos cooperar no desenvolvimento de produtos e, em última instância, criar uma oferta global de combustíveis renováveis sustentáveis em escala comercial. Este é um empreendimento ambicioso, idealmente adequado para nossas duas empresas".

A Amyris desenvolveu tecnologias de engenharia microbiana que modificam a forma como os microorganismos processam açúcares. A empresa usa esta plataforma de biologia sintética industrial para projetar micro-organismos, principalmente leveduras, e usá-las como fábricas vivas em processos de fermentação estabelecidos para converter açúcares de plantas em especialidades químicas e combustíveis de transporte.

A Amyris opera laboratórios e uma planta piloto na Califórnia, além de uma planta piloto e uma unidade de demonstração no Brasil. Ela iniciou a produção de Biofene no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos através de vários acordos de produção terceirizados e está atualmente construindo unidades dedicadas adicionais no Brasil junto a usinas de cana de açúcar com maior escala. Esta tecnologia vai contribuir para misturar diesel renovável produzido a partir de biomassa sustentável ao combustível mineral tradicional, em proporções que ultrapassam significativamente os atuais 7% estabelecidos pelas normas da União Europeia ou outros mandados governamentais.

O diesel renovável desenvolvido pela Total e pela Amyris vai produzir densidade energética, desempenho de motores e propriedades de armazenagem comparáveis com o melhor diesel de petróleo, além de maior numero de cetano e excelente desempenho em temperaturas frias.

Press release Amyris



Marcadores: